288 Itens

Ordenar por

Dia 23 é dia de guerreiro, e da tradicional feijoada de SÃO JORGE no Cura Ressaca. Regada a samba de altíssima qualidade e muita energia boa! ATRAÇÕES: ✓ RAFAEL BEZERRA ✓ RENATO DA ROCINHA ✓ JUNINHO THYBAU ✓ NEM DA TIA DOCA ✓ VITOR SOUZA ✓ FAMÍLIA MACABU ✓ JEFINHO ✓ JONNATA LIMA INGRESSO + COPO R$ 7,00 * Informações e vendas: Silvânia ( 998737373 ) PONTOS DE VENDA: • Bar CURA RESSACA • LICA Esmalteria Av. Rep Árabe da Síria • Bar do CAMARÃO do Zumbi • Restaurante MARÍTIMOS Tubiacanga • BEER 16 Petiscaria Est. Gov. Chagas Freitas 496 • Barbearia BLACK HOUSE rua Magno Martins 22 ( 964392434 ) • Chico INPS ( 96421-8285 ) • CANTINHO DO JAPA Feira da Colina • Mercado LUIZINHO Bancários * Promoção válida para os 200 primeiros clientes que chegarem ao evento.

O cantor une-se aos músicos Bidu, Ana Rabello, Marcus Thadeu, João Rafael, Fernando Leitzke e ao violonista, arranjador e diretor musical João Camarero.

No repertório sambas de Paulinho da Viola, Chico Buarque, Noel Rosa, Wilson Moreira e Nei Lopes entre outros. Atualmente, o cantor prepara seu terceiro cd,”Vai meu samba” produzido por Henrique Vasconcelos, que é integrante do projeto “Aos novos compositores” que serviu de fonte de inspiração para seu mais novo trabalho , com previsão de lançamento para o primeiro semestre de 2018.

Mistura de músicas de seu último CD, “O Que É Meu”, com um repertório que traz grandes clássicos do samba

O cantor e compositor Moyseis Marques faz show na sexta-feira, 27 de abril, a partir de 21h, no Baródromo, na Lapa. No repertório, sucessos autorais e clássicos de outros importantes nomes do samba e da MPB, como “Nomes de Favela”. A entrada custa R$ 25. O Baródromo fica na Rua do Lavradio, 163, Lapa. Informações: (21) 2504-5754. Classificação: 18 anos Serviço: Moyseis Marques no Baródromo Data: 27/04 Local: Baródromo Endereço: Rua do Lavradio, 163, na Lapa Entrada: R$ 25 Horário: 21h Informações: (21) 2504-5754 Classificação:18 anos

No show Andança 50 Anos, Danilo Caymmi, artista com 50 anos de carreira e 17 discos lançados, relembra musicalmente essa época, marcada pela importância dos festivais da canção no lançamento de novos compositores e cantores. Dos primeiros festivais, Danilo vai lembrar a participação de seus irmãos. No Festival Internacional da Canção (FIC) de 1966, a vencedora foi Saveiros, do seu irmão Dori Caymmi, com letra de Nelson Motta, e interpretada por sua irmã, Nana Caymmi. No festival da TV Record de 1967, foram apresentadas O cantador (Dori Caymmi e Nelson Motta) e Bom dia (Nana Caymmi e Gilberto Gil) e outros clássicos da MPB como Ponteio (Edu Lobo e Capinam) e Eu e a brisa (Johnny Alf). Nessa mesma época, Danilo fundou o movimento Música Nossa ao lado de grandes nomes como Antônio Adolfo, Joyce e Roberto Menescal. Boa parte das canções compostas por esse grupo foi definida como “toada moderna”, uma tendência na época “que procurava juntar influências harmônicas da bossa nova a estruturas tradicionais da música brasileira, no caso a toada”, como explica o pesquisador Zuza Homem de Mello. Andança é uma toada moderna, assim como Sá Marina (Antônio Adolfo / Tibério Gaspar) e Viola enluarada (Marcos e […]