A Prefeitura do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura, Lei Municipal de Incentivo à Cultura – Lei do ISS e Renascença Clube apresentam a terceira edição da FliSamba – Festa Literária do Samba e Resistência Cultural, entre os dias 30 de novembro (sexta, de 17h às 22h) e 1 e 2 de dezembro (sábado e domingo, 10h às 22h), na Rua Barão de São Francisco, nº 54, no bairro do Andaraí.

A FliSamba é o primeiro e mais tradicional evento literário do gênero no Brasil, e foi criado com base no enriquecimento cultural que o samba promove nas suas comunidades de origem, no ambiente acadêmico, na população de maneira geral, considerando-se a grande oferta de livros sobre o tema em destaque em livrarias, bibliotecas públicas e escolares.

A programação de abertura oficial da FliSamba 2018 terá a palestra “História do samba”, da historiadora Lili Rose, e uma homenagem ao sambista Almir Guineto. Duas exposições também serão inauguradas no lançamento do evento: “Personalidades do samba: de Tia Ciata a Martinho da Vila”, do desenhista Dejair Barbosa, conhecido como Mike; e a mostra “As artes de Sérgio Vidal”, do artista plástico Sérgio Vidal, cujas obras são um raríssimo registro do legado cultural afro-brasileiro.

Em sua terceira edição, a FliSamba preparou uma insinuante programação literária, que conta com o lançamento de várias obras inéditas. No sábado (1/12), a romancista cubana Teresa Cárdenas participa de um bate-papo com o público sobre os seus trabalhos e a literatura em seu país, e lança o livro recém-editado “Mãe sereia” (Pallas Editora). No domingo (2/12), outro lançamento muito aguardado é o do livro “Martinho da Vila, reflexos no espelho”, da escritora e pesquisadora Helena Theodoro.

A FliSamba 2018 terá quatro homenagens especiais: o sambista Monarco; Tia Maria do Jongo da Serrinha; o jornalista, pesquisador e sambista Rubem Confete; e a cantora Áurea Martins, que terá sua biografia “Áurea Martins – A invisibilidade visível”, escrita por Lúcia Neves, lançada durante o evento.

Dentre os destaques da programação musical figuram as rodas de samba animadas pelos Grupos Terreiro de Crioulo e Arruda. Na parte gastronômica, as atrações são o Festival de Ensopados e a tradicional feijoada do Renascença Clube.

PROGRAMAÇÃO:

30/11 (sexta-feira) – 18 h às 22 h

18 h – Abertura com a participação de DJ Bieta

18h30 – Inauguração das exposições “Personalidades do samba: de tia Ciata a Martinho da Vila”, do desenhista Mike; e, “As artes de Sérgio Vidal”, do artista plástico Sérgio Vidal

19 h – Palestra da historiadora Lili Rose – “História do samba”

20 h – RenaCine (cinema negro) – “1976-1982 Partido Alto” – Documentário de Leon Hirszman.
20h30 – Grupo Soul Guanabara, e em seguida a homenagem a Almir Guineto, com a participação de familiares do sambista

1/12 (sábado) – 10 às 22 h

10 às 12h30 – FliSambinha – Literatura infanto-juvenil

10 h – Atividades recreativas

11 h – Roda de conversa com a escritora Sonia Rosa, autora do livro infantil “Quando a escrava Esperança Garcia escreveu uma carta Zum Zum Zumbi”

11h30 – Roda de conversa “Ninguém é igual a ninguém” com a escritora e educadora Clarissa Lima.

12 h – “Histórias de Veralinda” com a escritora Veralinda Menezes, autora do livro infantil “Princesa Violeta”, escrito em homenagem à sua filha, a atriz Sharon Menezzes

13 h às 15 h – Festival de ensopados: carne seca com abóbora, frango com quiabo, frango ao molho pardo e costela com aipim, ao som dos DJs Nenném e Bieta

10 h às 22 h – Feira Literária

14h30 – Relançamento do livro “Água de Barrela”, de Eliana Alves da Cruz

15h – Lançamento do Livro “Música & letramento”, de Carlos Carvalho

15h30 – Relançamento do livro “Samba de Griot”, de Macedo Griot

16 h – Roda de conversa com a escritora cubana Teresa Cárdenas, autora de romances juvenis, que fará uma leitura de fragmentos dos seus trabalhos. Mediação: Carlos Alberto Medeiros. Em seguida, lançamento do livro da autora, “Mãe sereia”

17 h – Roda de Jongo, com o Jongo da Serrinha, seguido de homenagem a Tia Maria do Jongo

18 h – Lançamento do livro “Carolina, uma biografia”, de Tom Farias

18h30 às 20 h – Roda de samba – Terreiro de Crioulo

20 h – Lançamento do livro “Áurea Martins – A invisibilidade visível”, de Lúcia Neves

20h30 às 22 h – Roda de samba – Terreiro de Crioulo

Homenagem a Áurea Martins

2/12 (domingo) – 10 às 22 h

10 h às 12h30 – FliSambinha – Literatura infanto-juvenil

10 h – Atividades recreativas

11 h – Workshop “Todos sabem desenhar”, com o artista plástico Sérgio Vidal

12 h – Lançamento do livro “Lendas e Deuses da África”, de Mauricio Pestana

13 h às 15 h – Feijoada, ao som dos DJs Nenném e Bieta

10 h às 22h – Feira Literária

14h30- Roda de poesia com poetas e escritores convidados
15 h – Relançamento do Livro “Cor da demanda”, de Éle Semog

16 h – Roda de conversa – “Cultura e resistência – A história social do samba”, com os historiadores Luiz Antonio Simas, Iamara Viana e Álvaro Nascimento. Mediador: Emilio Domingos

17h30 – Roda de poesia – “Desakato lírico”, com os poetas Ele Semog, Cizinho Afreeka e Lia Vieira

18 h – Apresentação do cantor e compositor Altay Veloso

18h30 às 20 h – Roda de samba com o grupo Arruda.

19 h – Homenagem a Monarco

20 h – Lançamento do livro “Martinho da Vila, reflexos no espelho”, de Helena Theodoro

20h15 – Grupo Soul Guanabara apresentando releituras de clássicos do samba e da MPB

20h45 – Roda de samba com o grupo Arruda

Serviço:

Dias: 30/11 a 2/12

Horários: 30/11 (sexta-feira) – 18 h às 22 h

1 e 2/12 (sábado e domingo) – 10 h às 22 h

Local: Renascença Clube (Rua Barão de São Francisco, 54 – Andaraí)

Ingressos: 30/11 – Abertura da FliSamba – Entrada Franca

1 e 2/12 – Feira literária com várias atrações

Das 10 h às 12 h – Entrada Franca

A partir da 12 h – R$ 10

Mesa: R$ 20 (somente em dinheiro)

Gastronomia:

Festival de ensopados – R$ 25

Feijoada – R$ 25

Censura Livre