Cantoras que há muito se apresentam na Lapa se juntam para homenagear o mês das mulheres. No repertório sambas autorais e clássicos como Paulinho da Viola, Chico Buarque, Luiz Carlos da Vila entre outros. O destaque da noite serão as compositoras!

Clarice Magalhães – Desde 2000 é pandeirista do grupo Choro na Feira com o qual tocou em centenas de bailes, festivais de música e shows dentro e fora do Brasil e tem 4 cds gravados. Em 2009 lançou seu cd como cantora pela gravadora Cedro Rosa. Desde 2010 dá aulas de pandeiro na escola Maracatu Brasil. Lá, em 2011, criou a Orquestra de Pandeiros Tum Tá Que Tá, formada por seus
alunos.

Elisa Addor – cantora de de timbre doce e afinação precisa venceu em 2008 com seu grupo Cana de Litro o primeiro concurso Novos Bambas do Velho Samba. Já participou de coro do CD de alguns artistas como: Teresa Cristina, Délcio Carvalho, Moyseis Marques, Pedro Miranda e do grupo Casuarina entre outros. Participou também do DVD Samba Social Clube. Atualmente Elisa apresenta o show Novos Tempos, homônimo de seu primeiro cd. Elisa também canta com os grupos Farra do Brinquedos e Pé do Ouvido

Roberta Nistra – A cantora, compositora e cavaquinista carioca começou sua trajetória em 1995, em 2012 lançou seu primeiro CD “Roberta Nistra” pela gravadora Biscoito Fino. O CD contém 12 faixas sendo 9 inéditas e 4 autorais. Este trabalho levou dois anos e meio para sair do forno, mais valeu a pena, pois reflete exatamente o que a artista imaginava. As influências foram muitas vindas dos redutos de Vila Isabel e de uma Lapa ainda não revitalizada. Roberta está prestes a iniciar as gravações de seu segundo cd. Em sua carreira já trabalhou com os grandes nomes da velha guarda do samba carioca e fez parcerias com grandes compositores como: Moacyr Luz e Luis Filipe de Lima entre outros.