Nascida no Rio de Janeiro, criada na Cidade de Natal (RN) e envolta a cultura pernambucana, Didi Assis é conhecida pelo seu carisma e por sua voz forte e marcante. Já passou por algumas casas cariocas e do Estado fluminense e pela primeira vez, na quinta 18 de abril (19h30), apresenta-se na tradicional casa de samba, choro e jongo Trapiche Gamboa, na região portuária do Rio de Janeiro (RJ), cantando os clássicos do samba tradicional e do samba canção e alguns sambas mais recentes dos mais novos compositores.

Antes de vir para o Rio, integrou diversas bandas de renome em Natal (RN) e desfilou por variados segmentos musicais, como MPB e axé (que lhe rendeu a alcunha de “princesa do axé” por um jornal em São Pedro da Aldeia, RJ). Com o seu projeto “Didi Assis e Grupo Muçambê” apresenta um repertório vasto com o melhor do “samba de raiz”, chorinho, maxixe e samba canção, além de composições próprias e também ritmos nordestinos, como forró pe de serra, xaxado, xote, ciranda, coco, maracatu, samba de roda, samba de latada. Em formato voz e violão, Didi canta os clássicos da MPB, do rock nacional e músicas da atualidade, sempre buscando interagir com o público. Já com o projeto “Bandaê” interpreta “o melhor dos tempos áureos do axé”.

Couvert: R$18 (R$14 na lista amiga). Livre. A casa abre às 18h30.