Em “Bença”, o carioca, artista gráfico, cuiqueiro da Mangueira, restaurador e ilustrador Laerte Heredia faz emergir da sua fé e de seu acervo fonográfico, ilustrações dos Deuses/Artistas que o impeliram durante sua caminhada na trilha suburbana dos trilhos da linha férrea que o serpenteou. Criado em um quintal de Marechal Hermes, trocou a bola e a pipa pelo lápis e papel para criar à mão a sinestesia do seu universo que veremos a seguir.
Contextualizando a exposição pelo vocábulo, “Bença” é a linguagem informal da palavra benção. Benção é a ação ou efeito de abençoar e corresponde a bendição. Bendição é o contrário de maldição. “Bença” é uma exposição contrária à maldição que foi atribuída as religiões de matrizes afrodescendentes ao longo de todos esses anos.
Bem como os Orixás, sendo homens e mulheres que estiveram na Terra e pela magia dos seus feitos eternizaram-se, tornando-se divindades, na concepção do ilustrador, os artistas retratados são ancestrais divinizados que detém dons, principalmente musicais, que contribuíram e contribuem para a cultura brasileira. “Bença” é o beija-mão dessas divindades.
Nesse espaço autêntico, assim como os cascos de cerveja vazios sobre a mesa de uma roda de samba, Laerte desnuda a informalidade ao mostrar o traço do lápis na fluidez da aquarela, e tal qual em um partido alto, improvisa na pretidão do carvão ou em folhas sobrepostas de um livro despedaçado.
Entre, seja abençoado e sinta o axé em estado de pintura.

Edu Martins
Professor e Escritor

Serviço:

Lançamento da Exposição Bença

Local: Centro Cultural Laurinda Santos Lobo – Rua Monte Alegre, 306 – Santa Teresa.

15:00 horas – Roda de Samba e Feira de artesanato e Moda com o Sambazar

18:00 horas – Lançamento da Exposição Bença, com o Artista plástico Laerte Heredia.

18:30 – Roda de Samba Sambazar.

Realização: Laerte Barcelos e Centro Cultural Laurinda Santos Lobo.
Administração: Elisa de Castro
Apoio Cultural: Dida Bar e Restaurante
Produção Executiva: Julio Morais, Matheus Valadão, Cristiano, Jota Bruno e Laerte Heredia.