O Grupo Semente​, escolhido o “Melhor grupo de samba” pelo “Prêmio da música brasileira 2015”, é composto pelo bamba Marcos Esguleba (percussão) e os talentos da uma geração mais recente, João Callado (cavaquinho), Bernardo Dantas (violão de 7 cordas), Bruno Barreto (voz e percussão) e Maninho (percussão) no lugar de Mestre Trambique (falecido em 2016). No repertório de sua roda no Trapiche Gamboa​, sempre apresenta faixas do seu primeiro CD solo, “Grupo Semente“ (Biscoito Fino), lançado no final de 2014 e celebrando seus 15 anos de carreira. Podemos ouvir clássicos do bom samba, com uma mistura de ritmos que vão do samba de raiz ao samba moderno, passando por estilos como o partido alto e o baião – com “Alô João” (Baden Powell e Vinicius de Moraes), “Disritmia” (Martinho da Vila) e “É Garoa” (Bezerra da Silva), além de composições próprias inéditas, como “Nós e o luar” (João Callado).

Com 15 anos de carreira, já ultrapassou nossas fronteiras e se apresentou em países como Japão, França, Itália, Bulgária, Rússia, África do Sul, Índia, México e Argentina. Participou de trabalhos ao lado da cantora Teresa Cristina: “A música de Paulinho da Viola” (Deck Disc/ 2003), indicado ao Grammy Latino como melhor disco de samba; “A vida me fez assim” (Deck Disc/ 2004); “O mundo é meu lugar” (Deck Disc 2005), e “Delicada” (EMI Music/ 2007), e, também se apresentou com nomes como Marisa Monte, Paulinho da Viola, Tia Surica e Velha Guarda da Portela.

A carreira do grupo começou em 1998, apresentando-se no Bar Semente da Lapa e acompanhando a cantora Teresa Cristina. É um grande nome da atual geração do samba, tendo sido um agente de extrema importância no processo de revitalização do bairro durante a primeira década deste século, junto a outros artistas, criando um movimento que fez com que a Lapa se transformasse num pólo cultural conhecido mundialmente. Assim, a Lapa carioca renasceu como bairro e como um dos berços da música brasileira, tendo uma crescente e constante capacidade de reinvenção do movimento cultural noturno. Depois do sucesso no Bar Semente, que além do reconhecimento rendeu ao grupo seu nome, passou a se apresentar em outras casas da região para um público cada vez maior.

Couvert artístico: R$30 (lista amiga: R$25). 18 anos. A casa abre às 20h30.