Com mais de 10 anos de carreira, sendo considerada uma revelação recente e uma das promessas da nova geração de cantores do circuito do samba carioca, integrando também o grupo de samba feminino ÉPRETA (indicado ao “Prêmio da Música Brasileira” 2018), Marcelle Motta possui uma interpretação que impressiona pela grande potência vocal e pelo timbre que foge dos padrões. Sempre bem acompanhada por músicos que estão ao seu lado há alguns anos, ela retorna ao Trapiche Gamboa nesta sexta 26 com o seu repertório marcado por clássicos do samba de raiz e por músicas da nova e da antiga MPB, em arranjos cheios de personalidade. Sendo uma noite especial em comemoração ao seu aniversário, ela recebe vários convidados, como os cantores Thais Macedo, Nina Rosa, Amanda Amado, Marcelinho Moreira, Julio Estrela, João Martins, Inácio Rios e Nego Álvaro.

Em sua trajetória, já dividiu os palcos com a cantora Elza Soares, no show “Tulipa Negra”; também se apresentou em São Paulo, Brasília, Florianópolis e Vitória; em 2014 gravou o programa “Samba na Gamboa” ao lado de Diogo Nogueira, homenageando o violonista João de Aquino; participou do documentário em homenagem a Beth Carvalho, do Canal Encuetro, como um dos talentos latino-americanos; em 2017 foi convidada a subir ao palco de Jorge Aragão em seu show no Vivo Rio, e em 2016 lançou na internet seu primeiro single, a canção “Maligna Mania de Amar”, que arrancou elogios de grandes nomes da música, como os próprios Jorge Aragão e João de Aquino. Atualmente, apresenta-se nas principais casas de samba do Rio de Janeiro, como o Carioca da Gema e o Rio Scenarium, com a sua roda ou com a roda do ÉPRETA e do grupo Celeiro Samba Clube, por exemplo.

Couvert artístico: R$20 (lista amiga: R$15). 18 anos. A casa abre às 19h30.