Nascido e criado numa ilha situada na baia de Guanabara, conhecida como Ilha de Paquetá, a ilha dos amores, fonte de inspiração para grandes intérpretes e compositores da música instrumental brasileira, tal como Maestro Anacleto de Medeiros, Gonçalves dias, Freire Junior e Hermes Fontes entre outros.

Iniciou sua experiência musical aos 14 anos, onde aprendeu seus primeiros acordes no violão, porém seu desenvolvimento maior como um instrumentista veio aparecer quando passou a tocar cavaquinho e frenquentar rodas de samba entre amigos. Com o tempo, surge a necessidade de conhecer e aprender um pouco mais de seu instrumento -agora o cavaquinho- que tanto se identificara.

Então, numa noite num Samba na Gamboa, conheceu a Luciana Rabello (Cavaquinista). Numa conversa muito agradável, recebeu o “empurrãozinho” que precisava , ela havia o incentivado a estudar na Escola Portátil de Música (instituição voltada exclusivamente para o estudo do Chorinho) dizendo: “Por que não vai estudar garoto?”

Foi ai que tudo começou a tomar um rumo diferente: o gosto pelo choro, a necessidade de mais informações, o estudo aprofundado de seu instrumento e as pesquisas sobre aquele tipo de música.

E nesse meio tempo freqüentando a escola, ouvindo muito chorinho, nasceu uma paixão, antes nunca notada: O BANDOLIM. Foi o Bandolinista Pedro Amorim quem o apresentou esse instrumento maravilhoso , capaz de fazer um apaixonado pela música encher seus olhos d’água, quando bem executado.

A partir daí foram estudos e mais estudo de gêneros musicais e técnicas aplicadas ao bandolim, até compor seu 1º choro chamado “UM CHORO PARA AMORIM” em homenagem ao seu professor Pedro Amorim.

Entrada R$ 15,00