O Renascença Clube faz “Tributo aos nossos Ancestrais” em homenagem ao 13 de Maio, no próximo dia 16/5, às 18h30, com a Roda de Conversa mediada pela professora Vanda Ferreira que homenageia os griots Maria Soares, Celeste Teixeira e Rubem Confete, em memória a Vó Maria companheira de Donga, autor de Pelo Telefone, primeiro samba reconhecido popularmente. Depois, a escritora de livros infantis, Clarissa Lima, apresenta sua obra e a escritora Selma Maria da Silva lança o livro “Eu Mulher Negra. Também será feita homenagem especial à Associação Profissional de Poetas do RJ. A voz e violão ficam por conta de Marcio Madeira. O microfone vai estar aberto para a plateia.

“Sarau Literário – Tons e Conversas” tem como objetivo abrir espaço para escritores, poetas e apaixonados pela leitura. Assim, o Renascença cumpre o seu papel social estimulando a leitura, promovendo o diálogo e colaborando na divulgação do material literário produzido, em especial, pelos escritores negros. A cada edição, o evento faz homenagem especial a uma personalidade da literatura. A plateia participa da leitura de contos, crônicas, poesias e textos, conhecidos ou não. Nos intervalos, as músicas apresentadas são pauta de discussão.

O Sarau Literário é coordenado por Nanci Rosa e Ediléa Silvério, contando com a colaboração de João Costa e Nilza Lima e, com a parceria da Associação Profissional dos Poetas no Rio de Janeiro. O encontro acontece bimestralmente, sempre nas terceiras quintas-feiras do mês, com entrada franca e direito a degustação de caldinho de ervilha. Especialmente na quinta, dia 16/5, será servido caldinho de feijão em homenagem à ancestralidade. Apoio cultural: FASE.