Fabíola Machado

Antes de lançar seu primeiro álbum, previsto para o segundo semestre de 2022, Fabíola Machado lança, no dia 3 de dezembro, a faixa O que é bom cultuar dos compositores Diogo Rosa e Zeh Gustavo. Em “O que é bom cultuar”, a melodia do samba de roda, tocado na viola caipira, com sotaque baiano e entoado no prato, nos remete à terra, à ancestralidade, e os versos nos levam a uma reflexão doída e ao mesmo tempo esperançosa sobre o nosso momento, de lamento e luto, mas também de revalorização do que de fato importa. “O que é bom cultuar” é um chamado para que se dê voz à arte, à criação, à própria vida que pulsa para além de tanta destruição, é a música que se propõe como um rito de passagem na luta por um tempo melhor que virá. Afinal, “ O samba que socorre a gente de tamanho azar…”

Release do artista

Fabíola é cantora, compositora e escritora carioca. Faz parte da geração de mulheres que canta e pesquisa ritmos brasileiros, seus compositores, gêneros e raízes. Desde 2012 canta e produz o grupo Moça prosa, um movimento de mulheres sambistas e em 2018 começou a escrever e participar de coletâneas escritas com outras mulheres. Lançou em 2021, junto ao grupo Awurê, o filme documentário: “ Awurê na Bahia- A Rota do samba de Roda”. Em 2021 lançou seus álbuns musicais com os grupos Awurê e Moça Prosa.Fabíola se prepara para lançar seu primeiro álbum solo em 2022 com composições autorais, baseado em ritmos cariocas, com influências afro-brasileiras.